Diário da reforma: quintal (parte II)

Finalmente voltei pro blog e com a tag da reforma, pra mostrar como ficou o nosso quintal! Nas duas últimas semanas a gente teve que parar tudo e se dedicar ao trabalho em tempo integral, e como provavelmente será assim até o final do mês, a reforma está temporariamente suspensa :(
A parte boa é que, enquanto isso, eu já tenho um cantinho pronto pra receber os amigos ou parar pra tomar fôlego (e um café, claro!) em meio à correria do dia a dia.

 

 

 

 

Como adiantei no post anterior, o sofá foi pro seu lugar. A mesinha e as cadeiras também, e todos ganharam almofadas.

Nossa hortinha ficou pronta e tem cedido temperos maravilhosos diariamente!

 

 

 

O teto ganhou uma coberta retrátil, assim a gente pode utilizar o espaço a qualquer hora, sem precisar se preocupar com o sol.

 

 

 

O portão de madeira dá acesso a um pequeno espaço (também coberto) onde guardamos os itens de malhação, já que praticamos exercícios nessa área. Por isso, instalamos o espelho – dá pra ver um pedacinho na segunda foto, à esquerda – que também deu uma sensação de amplitude ao ambiente.

 

 

 

Na parede em frente ao sofá – onde ficam o banheiro e a lavanderia, já mostrados por aqui – instalamos um quadro e as luminárias (tudo feito pelo marido) pra garantir que tenhamos uma luz baixa, mais aconchegante, durante a noite. Vou postar lá no instagram uma imagem pra vocês verem como fica bacana!

 

 

 

Além das plantas, as almofadas super coloridas trouxeram vida pro ambiente e reforçam o clima aconchegante que a gente tanto queria.

 

 

 

Por fim, ao lado do sofá, uma mesinha de apoio abriga alguns itens de decoração, a vela perfumada e umas revistas. Todos os móveis desse espaço são leves (mesa e cadeiras) ou possuem rodinhas, como é o caso da mesinha e do sofá, pra facilitar a limpeza e locomoção.

Ainda restam alguns detalhes pra que o espaço fique exatamente como planejamos, mas a ideia central é essa e eu não aguentei esperar concluir tudo pra mostrar pra vocês =)

 

Espero que tenham gostado e sintam-se todas convidadas pra um café! <3

 

Diário da reforma: quintal (parte I)

Eis o balanço atual da nossa reforma: a cozinha, lavanderia e banheiro externo estão okay. Agora, estamos trabalhando no quintal. A ideia é fazer dele uma extensão da casa, uma espécie de sala grande e aconchegante, pra receber as pessoas, fazer um happy hour, pra o almoço de domingo, e por aí vai.

 

 

Começamos cobrindo toda a área com um pergolado de madeira, assim a chuva nunca será problema – ao contrário, vai trazer um climinha gostoso – e não perdemos a claridade, já que usamos telhas de policarbonato (uma espécie de acrílico mais resistente, próprio para áreas externas). Essa etapa demandou muito tempo e dinheiro, deu um trabalhão danado, mas finalmente ficou pronta!

Compramos algumas mesas e cadeiras também de madeira. A ideia é usar apenas uma no dia a dia, pra que a gente tome café da manhã lá fora ou faça um lanchinho à tarde. Como são dobráveis e não ocupam espaço, as demais ficarão guardadas pra quando formos receber mais gente.

Haverá ainda um sofá grandão pra deixar o ambiente bem confortável, e enquanto ele segue empacotado esperando a hora de ir pro seu lugar, eu já comecei providenciando as almofadas. Escolhi esses modelos bem estampados e quero fazer uma composição com outras mais neutras.

 

Agora imaginem a ansiedade do lado de cá pra ver tudo isso pronto?

 

Diário da reforma: banheiro externo

Talvez a gente seja o único casal do mundo que reforma uma casa de trás pra frente! Mas como já citei por aqui, é tanta coisa pra fazer que resolvemos priorizar de acordo com a nossa necessidade. Primeiro foi a cozinha, depois a lavanderia e agora esse banheiro. Pode parecer estranho, mas eu explico: a cozinha é o coração da nossa casa e coladinha a ela fica o quintal que, inicialmente, seria só um quintal mesmo.

Acontece que a gente foi mexendo dali e daqui a acabou percebendo que valia a pena investir um pouco mais nesse espaço pra que ele se tornasse um ambiente acolhedor, ideal pra receber os amigos, e por isso veio a ideia de construir um banheiro ali, pra ser usado nos dias de festa.

 

 

O banheiro é pequeno e bem simples, mas eu quis que ele ficasse bem charmosinho e como usei itens muito acessíveis, achei que poderia inspirar vocês a deixarem seus banheiros mais bonitinhos também!

Compramos um tapetinho plástico bem bonitinho (e fácil de limpar) que é vendido numa variedade imensa de cores. Como a gente queria deixar o ambiente bem delicado, escolhemos o branco.

Em uma loja de essências eu encontrei o vidro pra sabonete líquido e esse outro de perfume, que trouxe pra casa sem válvula ou tampa e transformei num vasinho de flor, colando a etiqueta Chanel. Essa dica já foi compartilhada por aqui outras vezes, lembram?

Feito isso, foi só colocar um quadrinho na parede e pronto, os detalhes – embora singelos – deixaram o ambiente mais aconchegante.

Acima da porta há uma prancha com as mesmas caixas de madeira que usamos na lavanderia, onde eu guardei cosméticos em geral que ainda não foram usados.

 

 

Agora estamos concluindo a coberta desse “quintal” e no próximo post eu mostro os avanços gerais da reforma, ok?

Até lá!

 

Diário da reforma: lavanderia

Só quem já enfrentou os perrengues de uma reforma sabe quão maravilhosa é a sensação de ver um cômodo prontinho, por menor que ele seja!

Quando a nossa lavanderia ficou pronta, eu passei horas olhando pra ela e, mais do que uma parte da casa, eu via um pequeno fragmento de um sonho se tornando real. Pode parecer clichê, mas só a gente conhece o valor de cada gota de suor derramado até aqui.

 

 

O espaço da lavanderia não é tão grande, foi projetado de modo a atender direitinho as nossas necessidades e abriga apenas a máquina de lavar, a pia, um reservatório de água e algumas pranchas.

Nas pranchas a gente colocou caixas de madeira que guardam toalhas, produtos de limpeza e higiene. Há outra prancha na parede de cá, instalada acima da porta, onde fica o ferro de passar, aspirador e outros utensílios domésticos.

 

 

Abaixo da pia estão os baldes e bacias, que ficam escondidos atrás dessa cortininha feita com o mesmo tecido geométrico que utilizamos pra fazer a capa da tábua de passar ferro.

Esse móvel entre a pia e a máquina de lavar abriga um reservatório de água que está conectado à máquina e permite que a gente reutilize a água que ela jogaria fora, mas que agora é usada pra lavar a garagem e toda a área externa da casa, por exemplo.

 

 

Depois de tudo organizadinho, foi só colocar um quadro e um arranjo de flores pra dar um colorido e deixar o ambiente mais aconchegante.

Dieggo fez (além de todas as pranchas, caixas e móvel) o layout do quadro e a gente mandou emoldurar. Eu montei o arranjo de flores em uma lata de tinta que seria desperdiçada, mas ganhou uma camada de spray e se transformou num baldinho lindo, exatamente como eu imaginei!

 

Diário da reforma: pintura e piso

Ainda não tenho nenhum cômodo pronto pra mostrar, mas estamos instalando os móveis da lavanderia e até segunda devemos concluir a decoração, então esse será o tema do próximo post, oba!

Por enquanto, riscamos mais um item da lista: todo o piso da parte superior da casa ficou pronto, incluindo os detalhes como rodapé e rejunte. Ufa!

Compramos o material de pintura e o pintor entrou em ação. Esse é um dos serviços que poderíamos fazer, mas levaria tanto tempo que optamos por contratar um profissional.

 

 

Vocês devem imaginar a bagunça que tá isso aqui, né? Lonas no piso, latas de tinta espalhadas pela casa, aquele pó fininho que escapa das paredes que recebem a lixa, uma zona!

Eu não vejo a hora de ver essa etapa concluída, o que deve levar uns trinta dias ou mais. Acho que essa é uma das partes mais chatinhas que a gente ainda tem pela frente, depois dela fica mais leve.

Pelo menos é assim que eu tô encarando!

=D

 

Torçam pra que semana que vem eu consiga mostrar a lavanderia prontinha por aqui!