DIY: Caderno personalizado

 

Eu sou apaixonada por itens de papelaria, sobretudo cadernos e moleskines, então resolvi fazer um misto dos dois ao personalizar os meus caderninhos!

Outro dia postei a foto de um deles no instagram e as meninas me pediram pra mostrar o passo-a-passo. É muito simples e não tem nenhum segredo, mas pra quem não tem a mínima ideia de como começar, aí vai o tutorial em fotos.

Eu gosto de usar aqueles cardernos grandes com folhas pautadas e enumeradas, porque isso facilita um bocado a organização das minhas anotações. Além do caderno, só é preciso um tecido com estampa bacana, cola branca, elástico e fita de cetim.

 

 

É importante passar ferro no tecido antes, pra facilitar a colagem. Abra o caderno sobre o tecido e corte deixando uma margem de 4cm em todos os lados. Posicione o caderno bem no meio e passe a cola com a ajuda de um rolinho de espuma. A cobertura fica uniforme e a gente evita sujeira.

 

 

Aplique o tecido passando as mãos por toda a superfície pra evitar vincos ou bolhas. Não se preocupe, é super tranquilo! Colada a parte da frente, vire o caderno e faça o mesmo na parte de trás. Depois é só passar a cola nas bordas e virar pra dentro. Não corte as pontinhas, dobre e só então passe a cola aí também, isso evita que o tecido desfie com o tempo.

 

 

Esqueci de dizer! Antes do passo anterior, corte esse pedacinho de tecido que fica bem no meio do caderno e empurre pra dentro, com a ajuda da tesoura. Depois separe o elástico e a fita de cetim.

 

 

Com a ajuda de uma faca, faça um pequeno corte na contracapa (parte de trás) em cima e embaixo, empurre cada ponta do elástico por esses cortes e cole do lado de dentro, deixando cerca de 4cm colados em cada ponta. Nessa hora é melhor usar uma cola com maior poder de fixação. Use a mesma cola em uma ponta da fita de cetim e empurre no meio do caderno, como foi feito com aquele tecidinho que a gente cortou lá atrás.

Cole uma folha de papel colorido na parte interna de cada capa, pra fazer o acabamento.

 

Prontinho! Moleza, né?

 

O super recheio da Glambox de Julho

A última caixinha da Glambox veio tão recheada, e com produtos tão bons, que eu achei que merecia um post. É uma forma de apresentar, de uma vez só, as novidades em cosméticos e as vantagens de ser uma GlamGirl. Então vamos lá!

 

O primeiro produto veio na hora certa: o Equaliv Termolen é um suplemento com ação energética pra aumentar a resistência em exercícios físicos. Eu estou tentando fazer atividades físicas diárias, mas vencer a preguiça nesse frio é difícil, viu?

Eu não conhecia o sabonete Hydratta, e vi muitas meninas apaixonadas por ele assim que receberam as suas caixinhas. Quando a minha chegou, eu entendi aquele amor todo. O sabonete tem uma ação hidratante super potente (o resultado é imediato) e o perfume é delicioso. Quero usar pra sempre!

Torci o nariz pra espuma de limpeza CeraVe por causa do cheirinho sem graça, mas fiquei curiosa sobre a sua promessa de restauração da pele e, gente, que mágica é essa? A textura da minha pele está MUITO melhor após poucos dias de uso. Me surpreendi!

Cicatriclin promete melhorar o aspecto de cicatrizes e manchas na pele, com o uso contínuo. Vou testar e depois falo melhor sobre ela por aqui.

 

 

Todos esses produtos (5 a 8) vieram em versão mini ou sachê – no caso dos shampoos e condicionador – e ainda não testei nenhum deles, mas sempre ouvi falar que o demaquilante da Tracta é ótimo, então tô animada!

 

 

Uma das coisas mais legais dessa edição foi a parceria com a Nivea, que enviou o tradicional creme da latinha azul que todo mundo ama e dispensa apresentações. Além disso eles lançaram o desodorante Protect and Care, que traz o melhor do Nívea Creme, então já dá pra saber o quanto ele é potente e cheiroso!

Veio também o Lip Butter de framboesa com cheirinho que dá vontade de comer. Eu já uso o de vanilla e sou apaixonada pela embalagem e poder de hidratação desses produtos.

 

As próximas edições da Glambox serão de arrasar (vem aí uma versão pra colorir!) e você pode garantir a sua aqui com desconto, usando o código popglam.

É uma delícia receber em casa produtos que foram selecionados pra você, em uma caixinha glamourosa e com um precinho bacana, que permite uma economia gigantesca, comparada aos preços de cada produto comprado individualmente. Recomendo!

 

Uma ideia, uma parede, um adesivo.

A beleza, em todos os seus aspectos, agrada a gente. Nos faz bem ouvir uma música bonita, ler uma história bonita, estar em um lugar bonito. Mesmo considerando que o conceito de beleza é relativo e aquilo que agrada os meus olhos pode passar despercebido por meio mundo de gente.

 

Mas que tal aplicar o seu conceito de beleza, de forma bem simples e acessível, àquela parede sem graça que atualmente não te diz coisa alguma?

 

 

Não é preciso usar tinta, nem dispor de técnicas avançadas de decoração. Também não precisa de muita grana ou ferramentas complicadas. Basta lançar mão de papel (ou plástico) adesivo, definir um padrão – formas geométricas, corações, estrelas, nuvens – e colocar a mão na massa.

 

 

Vale misturar as cores ou usar tudo em um tom só. Vale aplicar em um cantinho da parede ou preencher ela inteira. Vale pra portas também!

É ideal pra quem mora em casa alugada ou quem não quer investir em pintura ou papel de parede pra dar personalidade ao ambiente.

 

Sobre drinks e flores

 

Todo mundo concorda que as flores são capazes de deixar tudo mais bonito, né? Um ambiente da casa, a decoração de uma festa, a mesinha do trabalho, os drinks… Oi?

Não, eu não bebi e nem ando inventando moda. Na verdade alguém já fez o imenso favor de inventar essa moda pra gente e, se você franziu a testa ao ler a frase acima, aposto que vai abrir um sorrisão quando olhar as imagens aí embaixo:

 

 

Me diz se não é a coisa mais charmosa desse mundo, servir uma bebida (com ou sem teor alcoólico) acompanhada de um agrado desses? É como oferecer um drink e dar flores ao mesmo tempo!

 

A ideia vale pra um espumante, um suco ou até uma água com gás. Passeando pela internet, a gente encontra até receitas de drinks feitos com flores pra ganhar essa coloração rosadinha. Muito chique, né? Existe a opção de prender as flores na borda da taça, de colocá-las “boiando” sobre a bebida ou de preparar os cubos de gelo com as florzinhas.

Não importa o jeito, vai ser sucesso na certa!

 

DIY: Transformando uma camiseta masculina

Eu postei o início dessa customização no instagram – @popglam, segue lá! – e algumas meninas me pediram pra mostrar o resultado, então lá vai!

 

 

Comprei essa camiseta na seção masculina por R$ 19,90 e, além da estampa fofa do Mickey (adoro esse aspecto desgastado) a malha mescla é uma delícia de usar. Aliás, cheguei a usá-la algumas vezes do jeitinho que ela saiu da loja, até que me veio a ideia de customizar.

Nada muito difícil nem elaborado. Coisa que qualquer um pode fazer: comprei os paetês e outros balangandãs prateados e fui aplicando aos poucos. Fiz a marcação na camiseta na hora de aplicar as primeiras pecinhas, depois foi só preencher os espaços entre elas.

 

 

Visualmente o efeito é bem mais legal que na foto, mas dá pra entender direitinho como eu fiz e usar a ideia pra customizar aquela camiseta básica que tá dando sopa por aí, né?

 

 

Ultimamente eu tenho dedicado TODO o meu tempo livre a fazer coisas que eu gosto (na tentativa de não deixar nenhuma brechinha a ser preenchida) e uma delas tem sido a customização. Isso quer dizer que ainda tenho muita coisa pra compartilhar com vocês!