Talco no cabelo?

Quem sofre com oleosidade no cabelo certamente já ouviu falar que o talco faz praticamente o mesmo trabalho do shampoo a seco: basta polvilhar o produto na raiz do fios e a oleosidade é reduzida. Funciona mais ou menos como usar um pó pra retocar a maquiagem.

Particularmente, não convivo muito bem com a ideia de um cabelo oleoso, então sempre uso o talco (ou o próprio shampoo a seco) pra prevenir, e não pra remediar o problema. O truque funciona super bem comigo e serve pra deixar o cabelo com aspecto de recém lavado por muito mais tempo.

 

 

Eu lavo os meus cabelos em dias alternados, então se lavo os fios hoje e sei que amanhã tenho um compromisso importante no final do dia e não haverá tempo hábil para uma nova lavagem, lanço mão do talco!

Antes de dormir, com os fios totalmente secos, vou polvilhando o produto por toda a raiz do cabelo. Jogo todos os fios pra um lado, vou dividindo e aplicando o talco rapidinho. Assim que despejo o produto, dou uma massageada leve pra facilitar a absorção. Depois jogo todo o cabelo pra frente e faço o mesmo da nuca em direção ao topo da cabeça, pra que todo o couro cabeludo receba o talco.

 

Nunca me preocupo com o excesso do pó, pois durante a noite ele é absorvido pelo couro cabeludo e a minha raiz amanhece super soltinha, com cheirinho delicioso de neném!

Também uso o talco depois de hidratar os fios ou usar um shampoo muito encorpado que deixa o cabelo pesado demais e eu preciso dele soltinho pra fazer um babyliss, por exemplo.

 

Comigo sempre deu certo, mas acho bom não abusar (uso, no máximo, uma vez por semana) pois penso que o talco pode atrapalhar a respiração do couro cabeludo, se utilizado em excesso.

 

2 Responses to “Talco no cabelo?”

  1. Meire Ellen disse:

    Amei a dica, vou testar no meu cabelo para ver se me ajuda com essa raiz. Esta de parabéns com o blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>