Retratos do réveillon

 

Eu sempre torci o nariz quando me falavam em réveillon na praia, porque uma quase experiência de virada no litoral me fez desacreditar pra sempre que poderia ser bacana.

Como o ano passado – que bom que ele finalmente passou! – foi barra pesada, uma das minhas apostas pra 2016 é fazer diferente, e eu já quis começar pela virada. Viajei com Dieggo na quinta-feira e lá encontramos a família dele pra esperar a chegada do ano novo com os pés na areia e cabelos ao vento.

Foi incrível! Eu não serei capaz de descrever aquela energia, mas só de pensar nela a minha alma vibra de gratidão, pois foi maravilhoso estar cercada de gente do bem, dando adeus àquele ano velho e gritando em contagem regressiva toda a expectativa da chegada do ano novo.

Depois de muitos desejos e abraços trocados, nós brindamos o novo ano sentados na areia, de frente pra o mar, com o vento bagunçando os cabelos e colocando os nossos corações em ordem. Eu, que sempre choro nessa data, dessa vez só consegui sorrir e agradecer.

Tenho certeza de que o carinho que recebi naquele momento deu a largada pra um ano que será inesquecível, no melhor dos sentidos!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>