Receita de um domingo feliz

Domingo é um dia preguiçoso.

Domingo é o dia mais chato da semana.

Domingo só serve pra ficar jogada no sofá vendo TV.

 

Na tentativa de desmentir essas frases que eu escuto por aí desde que o samba é samba, tomei uma decisão: fazer do domingo um dia inteiramente produtivo, sem grandes pretensões e com muita disposição. Tudo na base da boa vontade e simplicidade.

No meu primeiro novo domingo, eu quis aproveitar cada segundo. Até então, costumava ser assim: eu acordava tarde e passava o dia em casa, trabalhando ou fazendo as coisas que eu não conseguia fazer durante a semana, por causa do trabalho. Mas dessa vez foi diferente, ó só:

 

 
 

1.       Acordei cedo, tomei um café rápido e sentei pra me maquiar.

Eu me mimei. Cuidei de mim. Depois de um bom banho quente, sentei pra passar maquiagem sem nenhuma pressa. Usei produtos novos, com tempo pra experimentá-los, e passei até delineador, coisa que raramente faço, porque sempre tô correndo contra o relógio

2.       Fizemos um brunch saudável

Mentira, né! Fomos numa padaria que eu adoro e pedimos um salgado com coca-cola. Claro que a gente poderia ter ido almoçar num restaurante bacana ou comer algo mais reforçado, mas fizemos o que deu vontade, sem nenhuma culpa.

3.       Passamos horas em uma livraria

Andei pelos corredores, folheei alguns livros, escolhi um livro pra Dieggo e deixei que algum livro me escolhesse. Tudo sem pressa, sentindo cada capa, cada textura.

4.       Pratiquei a direção

Nunca fui lá muito boa no volante, embora haja quem diga o contrário. Das duas uma: ou me distraio fácil, começo a pensar na vida e num instante esqueço todas as placas de sinalização, ou eu fico tensa com o movimento ao meu redor e mal consigo sair do lugar. Dizem que é falta de prática, então veremos.
Depois de ter passado um susto no trânsito, eu fiquei meses sem dirigir, até que resolvi perder o medo. E ó, até que eu me saí bem, viu?

 

 
 

1.       Tomamos o sorvete preferido

À tardinha a gente parou na sorveteria e se entregou as delícias do chocolate africano, doce de leite e torta de limão. Juro que se eu morasse lá do lado, essa seria a minha sobremesa todos os dias, até o fim da vida!

2.       Visitamos os amigos

No caminho, fomos brindados com um belo pôr do sol! Depois vieram algumas horas seguidas de conversa, pra compensar o tempo que não nos víamos. Saímos de lá tarde, então seguimos pra casa.

3.       Mais uma refeição saudável

Dieggo é craque no hambúrguer. Juro que ele faz o melhor hambúrguer do mundo! Dessa vez ele caprichou e fez batata frita pra acompanhar. Nham!

4.       Agora sim, a TV!

Já eram quase onze da noite quando a gente deitou pra ver uma série. Eu não consegui acompanhar Revenge em tempo real, então tô assistindo a 3ª temporada agora, já que esse mês eles lançam a 4ª, né?

 

Antes de dormir, eu agradeci. Por estar viva, com saúde e por ter tanta gente boa ao meu redor. Agradeci por me dar conta (a tempo, ainda bem!) de que a gente não precisa de muito pra ser feliz. Mas falo em me dar conta de verdade, na prática, sem que isso seja apenas um discurso repetido da boca pra fora, sabe?

Confesso que, nessa hora, senti até um medinho por estar tão feliz, mas acho que acontece, vez ou outra, com quase todo mundo, né? A gente sempre acha que não merece tanto e fica sem saber administrar quando tanta coisa nos é dada, como se estivéssemos em débito com o universo.

E vai ver eu estou…

 

Taí mais uma coisa pra eu repensar!

 

2 Responses to “Receita de um domingo feliz”

  1. Denise Pereira disse:

    Ai que lindo Lenyssa!
    Obrigada por me fazer refletir sobre as coisas simples e boas da vida, e que a correria do dia-a-dia nos rouba!
    Post mais lindo de todos no blog!
    Beijooos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>