Escolhendo o tom da base

Se engana quem pensa que acertar o tom da base é uma tarefa fácil. Não faço ideia de quantos produtos eu repassei pras amigas, depois de trazer pra casa uma base que acabou ficando escura ou clara demais na minha pele. Desde que descobri esse site, nunca mais errei nas compras online, mas às vezes acontece da gente comprar algo em catálogo ou em lojas físicas e ali, na hora, não ter como consultar, né?

 

 

O ideal é cumprir todo o ritual pra acertar na escolha: ir na loja sem maquiagem (olha o sacrifício!), experimentar o produto no rosto, observar o tom fora da loja – já que a iluminação do local pode enganar a gente – e aí sim, comprar o produto.

Mas quer saber quantas vezes eu fiz isso? Nenhuma! Hahahahahaha:) Imagina sair de casa de cara lavada e dar a sorte de encontrar uma vendedora paciente e bondosa pra te ajudar nessa missão?

Depois de errar algumas vezes, eu aprendi uma coisa: não dá pra comprar base sem pesquisar antes. Eu sempre recorro ao bom e velho Google pra buscar referências de meninas com o tom e tipo de pele parecidos com o meu. Leio sobre a textura do produto e levo em conta a opinião delas, mesmo que eu vá comprar numa loja física.

Na hora da compra, se eu tiver a chance de experimentar a base (ainda que no dorso da mão), observo a textura e o cheiro, que é muito importante pra mim. Também é bom usar como referência bases de outra marca que funcionam bem pro seu tom de pele. Isso ajuda a escolher um tom próximo.

 

Mas o que fazer com as bases que não deram certo?

 

Descobri um truque esses dias que me fez resgatar uma base que tava encostada por aqui. Ela é escura pra minha pele, então eu misturo com um pouquinho de protetor solar e tem funcionado muito bem! Mas tem que ser um protetor branco, e no meu caso, específico pra pele oleosa (uso o bloqueador Adcos), e acreditam que a base fica com uma textura muito melhor? Mais leve e fácil de espalhar. Tô adorando!

No caso da base que ficou clara demais, é mais fácil: basta usar uma camada fininha de pó bronzeador, com a ajuda de um pincel, pra igualar o tom.

 

Prontas pra recuperar as bases perdidas?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>