Pecados capilares

Que atire o primeiro reconstrutor quem nunca cometeu nem um pecado com os cabelos. Seja na lavagem, na forma de secar ou na ausência de cuidados específicos, os fios geralmente acabam cobrando o preço.

Como penitência, a gente sai por aí carregando um cabelo ressecado, deprimido e sem vida. Coisa triste, hein?

Pra levar uma vida livre de pecados capilares, dá só uma olhada nos erros que a gente comete e nem se dá conta:

 

 

Colocar o shampoo direto nos fios é tão comum que a gente costuma ver as moças fazendo isso o tempo todo na TV, em anúncios ou filmes. Mas o excesso de produto concentrado em um só lugar pode agredir os fios e causar irritação ao couro cabeludo. Pra isso, é bom ter sempre um potinho pra diluir o shampoo em alguns dedinhos de água ou, mais simples ainda: colocar o produto nas mãos e esfregar sob o chuveiro, bem acima da cabeça. Assim ele já chega ao cabelo diluído. Prático, né?

 

 

Parece que eu tô tentando contrariar uma lei natural, afinal, desde que o samba é samba que a gente penteia os cabelos da raiz pras pontas, certo? Errado! Desse jeito a gente maltrata demais os fios, trazendo as partes embaraçadas pra toda a extensão dos cabelos e quebrando os fios. Quer fazer do jeito certo? Comece desembaraçando as pontas e vá subindo, até chegar à raiz. Experimenta e me conta se não é bem mais fácil (e rápido) fazer assim!

 

 

Ok, eu confesso: Esse é o meu pecado preferido. Que preguiça de lavar, hidratar, enxaguar e aquele blablabla todo, gente! Pra me redimir, sempre opto por produtos que agem em três minutos, e a gente pode usar no banho mesmo. Além disso, uma vez por semana uso o truque das ampolas. É tiro e queda!

 

 

Eu vou acreditar que vocês são moças espertas e não cometem esse erro, mas fica a dica praquela amiga desavisada que vive no mundo da lua, né? Na hora da lavagem, apenas o couro cabeludo precisa de shampoo, gente! Nada de esfregar os cabelos – principalmente o comprimento e as pontas – pois vocês não tem ideia do quanto isso agride os fios. A espuma que escorre da parte de cima é suficiente pra lavar toda a parte de baixo, ok?

 

 

O erro inverso também é um pecado: a raiz dos cabelos não precisa de condicionador. Basta aplicar da orelha até as pontas, deixando o produto bem longe da raiz. O couro cabeludo já produz naturalmente a oleosidade necessária pros fios que ficam no topo da cabeça. Pra quê exagerar, né?

 

4 Responses to “Pecados capilares”

  1. Nadia disse:

    Eu nao costumo diluir o shampoo. Vou experimentar!

  2. rebecca disse:

    Passada!!! Após constatar que cometo todos os pecados com meu cabelo (exceto o último do condicionador), agora sei que o q está deixando os bixinhos mais desgastados não é a idade e sim o mau trato mesmo da dona. Suas dicas podem parecer simples, mas ainda bem que temos alguém que se preocupa em dar dicas simples mas q fazem toda a diferença. Valeeeuu :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>