Não é milagre, é maquiagem!

Adoro maquiagem. Gosto tanto que chega a ser perigoso, sabe? Basta saber de alguma novidade que eu não sossego até experimentar. Então imagina o nível de curiosidade de uma makemaníaca depois de assistir a um vídeo em que o modelo (inteiramente tatuado) tem todos os seus desenhos cobertos com a ajuda de uma base? Não demorou muito e eu tava na internet, visitando as lojas gringas em busca de um tubinho pra chamar de meu.

 

 

A base Dermablend tem uma concentração de pigmentos duas vezes maior do que uma base tradicional e promete fixação de 12 horas. A textura é super leve, do tipo que não pesa nadinha na pele. Tudo isso sem perfume, com acabamento natural e uma sensação super confortável.

De todas as bases que eu já usei, essa tem realmente a melhor cobertura, e o fato de não ter perfume é um ponto super positivo pra mim. Mas como nada é perfeito, bora pros pontos negativos: ela transfere um bocado (o que torna difícil a promessa de alta fixação), mas a gente consegue resolver isso com uma camada de pó translúcido (e mais algumas camadas ao longo do dia, se a sua pele for oleosa).

 

Apesar de super leve, ela não chega a ser a base mais sequinha do mundo, sabe? Segura bem a oleosidade, mas não faz milagres, principalmente em dias quentes. Li por aí que ela rende um bocado, mas acho que não terei essa sorte, já que – pra conseguir uma cobertura das boas – o melhor jeito que encontrei de aplicar o produto na pele foi com as mãos.

 

A base não é vendida no Brasil, apenas na Europa. Consegui comprar de uma vendedora no Mercado Livre que foi super legal e fez com que a minha encomenda viajasse da Alemanha ao Brasil em menos de vinte dias, mesmo com a greve dos Correios. O preço? Salgadinho: R$ 120.

 

Usei o produto poucas vezes, mas tô bem satisfeita, viu? Resta saber quanto tempo o potinho vai durar por aqui, pra decidir se faço um novo investimento ou parto pra outra!

 

4 Responses to “Não é milagre, é maquiagem!”

  1. Nádia disse:

    Muito legal sua dica! Essa base eu nunca usei. Também amo maquiagem e acho que se tem uma etapa que vale a pena investir é na preparação de pele. Bem melhor ter uma base cara que funciona que várias baratinhas que acabamos jogamos fora antes da metade.No fim essa base pode ser até mais barata (pensaando no custo/benefício) que as de farmácia.
    Tenho uma dica de base maravilhosa: Teint Miracle da Lâncome, ela vale SIM os quase 200,00 que ela custa na Sephora aqui no Brasil, deixa a pele linda, toda luminosa com um acabamento de rica!!!!! Nunca mais quero outra é minha base de eventos noturnos.

    • Lenyssa Nunes disse:

      Eu tava na dúvida entre ela e essaa Vichy, Nádia!
      Acabei escolhendo a Dermablwnd por causa do acabamento e cobertura.
      Minha pele é beeem oleosa, sabe?
      Como é a cobertura da Lâncome? A fixação é boa?
      Beijo!

  2. Nádia disse:

    A Teint Miracle tem umas particulas iluminadoras que deixam a pele com viço, não é um brilho de oleosidade mas um brilho de pele saudável mesmo e o aspecto não é pesado você não fica com cara de reboco. Para aplicar é tranquilo, ela não seca rápido. Eu considero a cobertura média, se for para a noite precisa de um corretivo para dar uma forcinha mas para o dia só a base dá conta. Eu tenho a pele mista e passo pó só na zona T, normalmente o Blot da Mac. A Teint não aumentou a oleosidade, mas também não segura. Eu particularmente não sou fã do aspecto de pele 100% mate, acho que fica falso, agora por conta do aspecto da luminosidade, se você gosta de pele sequinha essa base NÃO é para você. Levando-se em conta que aqui no interior de SP o clima é menos quente que aí em PE. O ideal seria você experimentar a base antes porque ela é cara, se vc morasse pertinho eu deixar você experimentar a minha aqui em casa. rs :)

    • Lenyssa Nunes disse:

      Hahahahahahahahahahaha:)
      Um dia a gente ainda se encontra, Nádia!
      Mas não é pra experimentar a base, não, e sim pra conversar um bocado!
      Pois é, eu li algumas coisas sobre ela e temi mesmo que não fosse pra mim.
      Também não me agrada a pele 100% mate, mas ainda prefiro usar o iluminador pra destacar alguns pontos do que apostar em uma base que não segure a oleosidade, sabe?
      E sim, o clima aqui é beeeem mais quente. Ultimamente, então! Nossa!
      =D

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>