Eu uso: camisa militar

Lembram da camisa que eu mandei fazer, dei uma incrementada nos bolsos e postei aqui? Ela é a protagonista do look de hoje. Já usei duas vezes e tenho certeza de que será uma daquelas peças pra vida toda <3

Como a intenção dessa vez era evidenciar a camisa, aproveitei o dia frio e chuvoso e optei pelo preto em todo o resto da composição, com acessórios dourados pra iluminar. Reparem na bolsa – cabe o essencial e é muito lindinha – e nas botas. Uma pena a gente não poder usar botas o ano inteiro, né? Adoro essas versões de cano médio, porque além de confortáveis (mantém os pés quentinhos) a gente pode encarar a chuva sem medo e a produção fica muito mais interessante!

 

 

 

 

 

 

 

 

Camisa: Costureira
Blusa: C&A
Calça: Dijolly
Botas: Comprei na Argentina

 
 

Sorteio – Porta-pincéis Chanel

Diariamente, eu vejo um monte de coisas legais por aí, tenho uns insights bacanas e a vontade é de sair compartilhando tudo com todo mundo! Pode ser algo que eu fiz ou que comprei, e quero tornar isso acessível pra o maior número de pessoas possível.

Quando é algo que eu faço, posso ensinar a fazer. Quando não, minha opção é presentear ao menos uma leitora do blog com o mimo, já que o orçamento não me permite distribuir presentes a todo mundo que passa por aqui. =(

Dessa vez o presente é, além de lindo, bem útil. Um luxo!

 

 

São dois porta-pincéis (latinhas) Chanel inspired. Dá pra usar como porta-lápis também. Ou porta-batons líquidos. Vai ficar lindo de qualquer jeito, não importa!

O sorteio segue a mesma mecânica de sempre: é só procurar por essa foto lá no instagram (@popglam) e seguir as regrinhas.

Diz aí se não é um presentão!

 

Vamos fazer um Facebook mais bonito?

Steve Jobs costumava dizer que as pessoas ligam a TV quando querem desligar o cérebro. Eu, que raramente vejo TV, costumava “ligar” o facebook nessas horas, mas ao invés de desligar o cérebro, minha mente ganhava uma sobrecarga de ódio, preconceito, violência, hipocrisia e tantos quantos outros substantivos negativos couberem em uma timeline.

Eu demorei muito a fazer uso assíduo da rede social e dia desses pensei seriamente em excluir a minha conta, embora um amigo sempre insista que não dá pra ficar alheio ao Facebook, uma vez que o mundo acontece lá dentro. Mas, honestamente, será que o mundo precisa ser tão feio assim?

Eu não quero repetir um discurso que vem sendo verbalizado (em vão?) aos quatro ventos por um monte de gente que – assim como eu – acha que a rede deve ser utilizada em favor das boas causas, mas penso que se a gente se preocupasse mais com o que joga lá dentro, todo mundo teria uma timeline muito mais agradável e bonita de se ver.

 

 

1 – Antes de compartilhar imagens de acidentes violentos, notícias infelizes (elas já recheiam os jornais diariamente, gente!) e críticas preconceituosas, pensa no quão legal seria compartilhar algo que acrescente algo na vida das pessoas, ou que possa – de alguma forma – ajudar alguém.

 

2 – A gente nunca sabe o que acontece dentro do outro. Um dos maiores benefícios da tecnologia é a possibilidade de se fazer presente mesmo a quilômetros de distância. Que tal aproveitar essa ferramenta pra alegrar o dia de quem a gente gosta, deixando um comentário carinhoso ou um elogio sincero?

 

3 – Se leio algo que não me agrada, acho muito mais fácil ignorar e seguir a diante do que comprar uma briga em vão e acabar dando audiência pra algo negativo, que merece mesmo ser esquecido. Se aquilo realmente me incomoda, a ponto de eu não conseguir deixar passar, prefiro discutir com a pessoa olhando no olho. Disseminar ódio e ressentimento nunca vai nos levar a lugar algum.

 

4 – Todo dia acontece uma coisa boa nesse mundão de meu Deus! Pode ser algo que faça as pessoas abrirem um sorriso ou chorarem de emoção. Eu, por exemplo, nunca resisto a vídeos e imagens de bebês e animais fofos. Não importa o meu nível de tristeza, essas coisas sempre me arrancam um sorriso genuíno e eu tenho vontade de dar um abraço em quem posta essas lindezas. Vamos imaginar o facebook como um jornal de boas notícias e abastecê-lo diariamente <3

 

5 – Ninguém é igual a ninguém, e ainda bem que é assim! As diferenças nos obrigam a pensar, a analisar as coisas por outro ângulo, a (re)formar os nossos pontos de vista. Ainda que você discorde totalmente das opiniões alheias, isso não te dá o direito de desrespeitá-las.

 

No fim das contas, é só lembrar aquela regrinha que se aplica a tudo nessa vida: não dê aos outros aquilo que você não gostaria de receber. 

 

Glambox – será que vale a pena?

Algumas meninas têm me preguntado se vale mesmo a pena assinar a Glambox, e eu sempre digo que sim, porque embora a caixinha não venha super recheada todos os meses – é bem verdade que as vezes eles capricham mais – o valor dos itens que a gente recebe, no fim das contas, é sempre superior ao valor pago pela assinatura, sem contar com a praticidade (e a surpresa!) de receber a caixinha em casa e com a beleza da caixa em si, ótima pra ser utilizada de várias maneiras depois!

 

 

Esse mês, por exemplo, a caixinha veio tão caprichada que merece um post detalhado. Eu já contei aqui que os produtos são enviados pra gente de acordo com um questionário preenchido no ato da assinatura (por isso nem todo mundo recebe os mesmos produtos) e esse mês os produtos foram mesmo escolhidos a dedo pra mim!

 

 

A edição Cabelos&Cia fez jus ao nome e trouxe duas máscaras: uma da Farmaervas, com coco e óleo de argan (o cheiro é incrível!) e a máscara matizadora Vip Line que é MUITO BOA! Usei no mesmo dia e adorei o efeito desamarelador, além do brilho e maciez. Adorei conhecer essa máscara e quero experimentar outros produtos da linha.

 

 

Além de dois esmaltes (linda essa cor da Beauty Color, né?) veio também a sombra Color Tattoo, da Maybelline. Ela é super famosa pela durabilidade. Adorei essa surpresa!

 

 

Polidor e lixa de unhas com formatos e estampas muito fofos. Dá até peninha de usar

 

 

O cheiro desse sabonete Alma de Flores é muito, muito bom. Além da embalagem linda! Talvez uma das coisas mais legais de assinar a Glambox seja a oportunidade de conhecer novos produtos, como essas toalhinhas desidratadas, que vem numa embalagem super compacta, ideal pra levar na bolsa. Elas são pequeninhas, mas crescem quando entram em contato com a água. Muito legal, né?

 

 

As amostrinhas também foram ótimas e bem úteis: shampoo e condicionador Essenza com efeito desamarelador e creme para as mãos da Natura. De brinde, ainda veio uma garrafinha de água mineral francesa, coisa chique!

 

Lembrando que o blog tem parceria com a Glambox e vocês podem assinar aqui com desconto, usando o código popglam – a caixinha sai por R$ 34,90 ou anualpopglam pra economizar R$ 100 na assinatura anual.

Aproveitem, meninas! É uma delícia receber essa caixinha em casa todo mês!

 

Sobre drinks e flores

 

Todo mundo concorda que as flores são capazes de deixar tudo mais bonito, né? Um ambiente da casa, a decoração de uma festa, a mesinha do trabalho, os drinks… Oi?

Não, eu não bebi e nem ando inventando moda. Na verdade alguém já fez o imenso favor de inventar essa moda pra gente e, se você franziu a testa ao ler a frase acima, aposto que vai abrir um sorrisão quando olhar as imagens aí embaixo:

 

 

Me diz se não é a coisa mais charmosa desse mundo, servir uma bebida (com ou sem teor alcoólico) acompanhada de um agrado desses? É como oferecer um drink e dar flores ao mesmo tempo!

 

A ideia vale pra um espumante, um suco ou até uma água com gás. Passeando pela internet, a gente encontra até receitas de drinks feitos com flores pra ganhar essa coloração rosadinha. Muito chique, né? Existe a opção de prender as flores na borda da taça, de colocá-las “boiando” sobre a bebida ou de preparar os cubos de gelo com as florzinhas.

Não importa o jeito, vai ser sucesso na certa!