DIY: shorts com pedrarias

Finalmente o post que vocês pediram! Eu sei que fiz o maior suspense mostrando pedacinhos dessa peça nos retratos da semana, mas aqui está o post completo. Como eu já vinha dizendo, não há muito o que ensinar, afinal, é só comprar as pedrinhas e ir costurando no jeans, uma a uma. Não é difícil, mas dá um trabalhão danado. Levei vários dias pra deixar a peça pronta. Pra quem não tem muita paciência, também fica legal fazer só de um lado do short, bordar só na barrinha ou fazer os contornos dos bolsos. A disponibilidade e a paciência de vocês vão determinar o tipo de customização. Pra mim, nesse caso, quanto mais, melhor! Adoro bordado <3

 

 

Eu comecei todo o processo “acertando” o tom do meu jeans. Comprei o shortinho numa promo por R$ 29,90 e o jeans era muito feinho, coitado! A lavagem não valorizava em nada a peça. Sabe aquele jeans azul claro com manchas brancas? Pra me livrar dele e conseguir uma carinha delavé, eu fiz um processo bem simples, e contei tudinho aqui.

Feito isso, foi a vez de aplicar as pedrinhas. A ordem da aplicação e o tipo das pedras fica a critério de vocês, mas eu comecei de cima pra baixo, sempre alternando entre pedras maiores e menores e de tons mais claros e escuros. Acho esse mix fundamental pra deixar a peça mais bonita, sabe?

 

 

Algumas meninas pediram que eu mostrasse um detalhe com a sequência do bordado, pra elas utilizarem como guia. Eu não pré-visualizei as pedras antes de colocar no short, fui fazendo tudo de forma intuitiva, mas é uma boa ideia (principalmente pra quem não tem prática), pra facilitar o processo. Ah, também usei paetês, que dão um efeito bem bonito e barateiam o custo, mas como eles levam mais tempo pra preencher a peça (afinal, são pequenininhos), acabei usando pouco.

 

 

No fim das contas, gastei cerca de R$ 80 com as pedrinhas e paetês. Lembrando que meu short tem modelagem boyfriend e não é tão curto. O custo diminui bastante se a peça for mais justa e mais curtinha, óbvio. Me perguntaram se funciona fazer o processo com cola (pra tecido ou cola quente) e, por Deus, não façam isso! Existem dois tipos de pedrarias: esses que eu usei, apropriados pra costura, têm furinhos nas extremidades, por onde passa a linha, de um lado e do outro da pedra. Ignorar os tais furinhos e usá-los com cola deixa o acabamento péssimo, já que eles ficam aparentes, deixando claro que faltou alguma coisa ali.

 

O outro tipo de pedra, que é plano, é BEM mais caro. Você evita o trabalho (que ainda assim é imenso), mas eleva demais o custo. Além disso, todas as minhas experiências com cola foram fracassadas. No começo até dá certo, mas com o tempo (e as lavagens) você percebe que aquele trabalho todo foi em vão, então já que é pra fazer, que seja bem feito :)

 

Deu pra perceber que não é difícil, nem complicado, né? Mas se vocês tiverem alguma dúvida (qualquer uma), é só perguntar. Tô aqui pra isso!

 

Novidade pras makemaníacas

Olha que oportunidade bacana pras meninas que estão a fim de montar (ou aumentar) o seu kit de maquiagem! A Debby Shop, que é parceira do blog, tá com um super saldão na loja. São mais de 50 itens com 30% de desconto e TODA a loja com 10% OFF. Se os precinhos por lá já são bem camaradas, imagina agora?

 

 

Entre os produtos que fizeram meus olhinhos brilharem, tem kits de pincéis super completos, o famoso BB Cream, delineador pros olhos (sabe aquele famosão que a Alice Salazar sempre usa?) e pigmentos Dailus com preços lindos de se ver! Ah, tem também os delineadores em gel da Vult em várias cores.

 

Pra quem não conhece a loja, taí a chance de dar um pulo lá e conhecer a infinidade de produtos disponíveis. O site é super confiável e vocês podem comprar de olhos fechados. Quem já conhece sabe bem do que eu tô falando, né? É só correr e aproveitar!

 

Retratos da semana


 

Uma das coisas que mais me incomoda nessa vida, é guardar o que eu não uso. Mas incomoda tanto, que quase chega a ser um TOC. Não suporto a ideia de ter objetos, acessórios ou peças de roupa parados em casa. Porque né, além do peso na consciência por comprar coisas que a gente pouco (ou nunca) usa, tem tanta gente precisando!

Por isso, uma das coisas que me deixa mais leve é separar peças pra doação. Comecei a semana revirando a casa em busca de roupas, sapatos e acessórios esquecidos. Sacolas abastecidas, lá se foram as peças, encontrar quem precisava!

E bem, já que eu abri espaço no armário, aproveitei a liquida da Carmen Steffens pra trazer mais um xodó pra casa. Minha teoria de que sapatos não são meu ponto fraco tá indo por água abaixo…

Não sei aí do outro lado da tela, mas do lado de cá tem feito um calor absurdo! Por sorte, a noite sempre esfria um pouquinho, então dá pra curtir um momento relax na companhia de um café delícia. Faz tempo que eu não tomava café, essa semana deu saudade!

 

 

Esse foi o primeiro final de semana, em muito tempo, que eu não trabalhei. Pra comemorar, o cardápio foi a poção do amor que Natália ensinou a fazer lá no blog dela. Mas que delícia, hein, Ná? Já pensei em milhões de variações pro prato, acredita? Hahahahahaha:)

No mais, foi o fim de semana da preguiça – e da comilança, porque tem combinação melhor? – com direito a filme, sorvete e pipoca pra encerrar o domingão.

Taí a receita pra começar a semana seguinte de um jeito bem produtivo!

 

Eu uso: Carmen Steffens

 

Eis o look que eu usei no evento de lançamento da Conceito A – Carmen Steffens lá em Garanhuns, no mês passado. Como o evento começou de manhã (10h) e se estendeu até tarde da noite, eu fiquei naquela dúvida do que usar. Tinha que ser algo confortável, mas não muito óbvio. Pra facilitar meu raciocínio (libriana confusa) comecei pela dupla que não falha: jeans e camiseta. Achei que seria divertido usar uma t-shirt diferente, então escolhi essa do Star Wars – achado da sessão infantil da Riachuelo – que é super legal e brilha no escuro, olha que bacana!

 

 

Pra dar um ar mais fashion e menos infantil ao combo, usei meu infalível colar de franjas combinado ao anel poderoso no indicador e joguei um blazer por cima.

 

 

AMO peças atemporais, por isso a minha bolsa preferida da coleção foi essa, que une duas referências clássicas: listras e P&B. Pra deixar a combinação ainda mais charmosa, metais dourados. Muito luxo, né? Outra paixão arrematadora foi essa sandália. Alguém me diz se existe coisa mais linda nesse mundo? Preto + nude = amor <3

 

 

Blazer: Riachuelo
T-shirt: Riachuelo
Jeans: Damyller
Anel: Hypnose
Colar: PopGlam
Bolsa: Carmen Steffens
Sandália: Carmen Steffens

 

In love: Ballerine


 

Quando o blog ainda era um recém-nascido, eu fiz um post falando sobre a minha paixão pelo universo do ballet. Adoro a delicadeza, as cores e toda aquela coisa lúdica que as bailarinas transmitem. Acho que foi por isso que fiquei tão encantada quando a Pharmapele lançou a linha Ballerine. Sabe quando você se apaixona pelo produto antes mesmo de experimentar, só pelo conceito?

Mas antes que eu pudesse me presentear com a linha, eles me mandaram de presente, no mês passado. Imagina o tamanho do sorriso quando eu abri a caixinha?

A linha é composta por creme hidratante pras mãos e uma deo colônia (linda de tudo!) com embalagem roll-on. Aliás, que ideia maravilhosa essa, hein? A gente carrega o cheirinho bom na bolsa pra todo lado, sem ocupar muito espaço ou ficar com receio de que derrame tudo. Uma maravilha!

 

 

Com relação ao cheiro, a Pharmapele acertou em cheio! Se eu pudesse escolher – de olhos fechados – um aroma que remete ao universo do ballet, certamente seria esse. Super leve, delicado e muito, muito delicioso! Não usei outros produtos desde que ganhei o kit.

Foi um dos presentes mais legais que eu já ganhei e  acho que qualquer pessoa adoraria ganhar, da menininha à vovó! Pra quem ficou curiosa, é só dar um pulo na Pharmapelle e experimentar a fragrância. Duvido não voltar pra casa com uma sacolinha :)