Retratos da semana

 

 

Eu sei que esse é um post tradicional das segundas-feiras, mas a gente resolveu esticar um pouquinho o fim de semana e só hoje eu voltei à rotina. Aproveitamos que a chuva deu uma trégua e nos mandamos pra praia. Entre dias nublados e cheios de sol, deu pra aproveitar um bocado!

A intenção era ficar offline, mas quem disse que eu consigo? A bolsa de praia não nega o tanto que a blogueira é dedicada: entre a necessaire que carrega os ítens de beauté e o sagrado protetor solar, vai também uma revistinha de moda (quem não curte banho de mar e vive fugindo do sol precisa de um passatempo enquanto todo mundo vai dar um mergulho, né?), a câmera e o celular, pra evitar as crises de abstinência! Hahahahaha:)

 

 

No fim das contas, ficamos fora menos tempo do que havíamos planejado (poxa, São Pedro!), mas o suficiente pra renovar as energias e voltar pra casa com um bocado de saudade. Fazer o quê, se a minha casa é mesmo o melhor lugar do mundo?!

 

DIY: T-shirt deluxe

Adoro a ideia de customização, de poder transformar uma peça sem graça em algo novo e interessante. Então resolvi aproveitar essa trend de golas turbinadas e compartilhar com vocês uma ideia muito simples, mas que ajuda a transformar uma camiseta básica em uma roupa capaz de encarar uma balada, basta combinar com as peças certas!

 

 

Você só precisa de uma camiseta básica e alguns materiais pra aplicar. Eu comprei algumas miçangas, pedrarias e paetês e uma camiseta masculina tamanho P. Não fiz nenhum ajuste, porque acho bacana usar ela mais larguinha mesmo.

Usei a camiseta branca com as aplicações pretas porque os detalhes ficam mais visíveis nas fotos e vocês conseguem assimilar com mais facilidade. Embora eu também goste muito do black&white (um clássico, né?) vocês podem usar nos tons que quiserem, e a camiseta não precisa ser lisa. Acho que fica legal usar uma camiseta com uma estampa mais clean e fazer as aplicações em uma das cores da estampa, por exemplo.

 

 

 

 

Comecei aplicando o paetê de tamanho médio, em todo o contorno da gola. É bom começar por ele porque é mais linear e permite que a gente faça um contorno certinho. Depois você pode seguir a sequencia que quiser, e não se importe em deixar tudo muito certinho. Nesse caso, eu acho que a bagunça dá até um charme!

 

 

 

O importante é prender bem cada material aplicado. E não esqueça de usar a linha na mesma cor dos aviamentos, plis! A altura do bordado e a quantidade de linhas ficam por sua conta! Eu usei seis sequencias, já que comprei essa quantidade de aviamentos pra aplicar.

 

 

Por fim, deixei esse paetê quadrado pra ser aplicado nas mangas, pois não queria concentrar todas as atenções apenas na gola. Acho que fica mais arrumadinho assim, sabe? Se você quiser, pode usar a mesma aplicação na barra da camiseta. Como eu pretendo usá-la com uma parte dentro da calça (ou saia) já que ela está folgadinha, preferi deixar a barra livre.

 

 

 

 

O resultado final é esse! Dá pra usar com jeans, com calça (ou saia) de couro, com saia longa… Também vale brincar com as aplicações e fazer vários outros estilos de camiseta. O que não vale é deixar a criatividade de lado (e dar espaço pra preguiça) e abrir mão de fazer uma roupa exclusiva, com a sua cara, por uma pechincha. Eu gastei cerca de R$ 20 pra comprar todo o material (incluindo a camiseta) e adorei o resultado.

Mas e vocês, gostaram? Se animaram pra fazer? Me contem!

Wishlist – Fevereiro

 

 

Ainda nem recebi o peep toe mais lindo do mundo que comprei na Elle Dakota, mas já estou com a listinha pronta para as compras do próximo mês. Lembram da bolsa vintage que eu postei da outra vez? Acho que será a minha próxima aquisição!

Como eu já contei aqui, tudo na loja é muito baratinho e comprando através desse link ainda tem desconto de 5% (é só usar o código 0000199).

 

 

Como os produtos são importados, não é bom ultrapassar o limite de R$ 80 em compras, incluindo o frete. Assim a gente evita o risco de ser taxada. Mas e a dúvida na hora de escolher o que levar?

Eu morro de amores pelos sapatos da loja e fiquei babando nesse peep toe preto da primeira imagem (coisa mais chique!).

 

 

Tem também esse scarpin fofo da segunda imagem que parece ser super confortável (e o detalhe do coraçãozinho?), além dos acessórios como bolsas e chapéus, com precinho super camarada.

Agora imagina a situação da blogueira, que não consegue se decidir entre os sapatos, e que prometeu que não compraria nenhum calçado nesse primeiro semestre, mas já furou a promessa duas vezes!

Eu uso: seventies

Achei esse look tão setentinha! Deve ser pelas cores da calça e dos acessórios, mas me senti meio vintage ao me olhar no espelho antes de sair pra passear num sábado longo, que incluiu muitas voltas nos shoppings da cidade. Saímos cedo pra almoçar e só voltamos pra casa à noite. Taí um jeito de manter o conforto sem precisar apelar pra calça jeans!

 

 

  

  

 

T-shirt: Marisa
Calça: Costureira
Bolsa: Argentina
Sandália: Karmélia

Os melhores looks – SPFW

Tudo bem que a semana de moda mal acabou, mas já dá pra gente tricotar sobre o que apareceu nas passarelas do SPFW, né? Pra alegria geral da nação, mais uma vez foi visto que a democracia vai estar super presente no nosso inverno, e vai ser muito fácil adaptar as tendências a nossa vida real.

 

 

Eu ando muito apaixonada por couro, desejando todas as peças que aparecem na minha frente. Então imagina a felicidade da blogueira ao ver que quase todas as marcas trouxeram o material nas suas coleções! O que é esse look da Iódice, gente? Queria ele inteirinho no meu armário!  Fico aqui procurando um defeitinho sequer e juro que não encontro. É amor demais!

 

 

Como era de se esperar, o preto apareceu com força total nas passarelas, mas com muito charme! Transparências, recortes e texturas deixaram o pretinho nada básico. E, por falar em básico, a Colcci mostrou que dá pra usar tricô de um jeito muito chic e cheio de estilo. Taí a Alessandra Ambrósio (grávida de cinco meses, matando a gente de inveja) pra comprovar.

 

 

Olha que cartela de cores mais linda, gente! Quem acompanha o blog e sabe do meu desconforto em sair por aí com cores fortes, deve imaginar o quanto eu desejei os modelitos acima, né? Eu nunca mais ia querer tirar do corpo esse vestido lindo da Iódice, juro! Além das cores, adorei a elegância despretensiosa da Huis Clos (muito real life, né?), o shape estruturado do Jefferson Kulig e toda a riqueza e sensualidade da Tufi Duek.

Como não amar esse inverno?